• Admin

Japão tem mesmo poucos infectados ou a quantidade de testes é insuficiente?



Tóquio - Comparado a outros países, o número de infectados confirmados no Japão ainda é baixo, mesmo o país tendo aceitado, no início, a entrada de pessoas resgatadas de Wuhan, epicentro do coronavírus, sem testes e sem nenhum tipo de quarentena, sem a certeza de que estavam livres do vírus.


Como já foi divulgado por alguns veículos de notícias do país, o governo limitou o número de testes de coronavírus, o que gerou grande preocupação em parte da população. Mas qual seria motivo dessa ação do governo?


A razão, segundo o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, é que o Japão classificou os testes de coronavírus como uma "investigação epidemiológica para conter a propagação do surto", ao invés de considerá-los uma prática médica.


O problema é que o país não conseguiu conter o vírus como esperava e a limitação dos testes faz com que o cenário real não seja revelado.


Enquanto o governo afirma ter tudo sob controle, alguns especialistas dizem que o número de infectados no país é muito maior do que o divulgado pelos veículos oficiais.


Sem saber o que realmente está acontecendo, resta a nós, meros mortais, nos prevenirmos da melhor forma possível, torcendo para que essa situação toda se resolva o mais rápido possível.


646 visualizações

Empresas Parceiras

© 2018 - Emprego Japão  - © Todos os Direitos Reservados a  有限会社ニュービジネス