• Admin

Italia amplia estado de quarentena para todo o país


A Itália tomou o passo sem precedentes de prender todo o país, enquanto nações de todo o mundo tentam conter a disseminação do novo coronavírus. O primeiro-ministro italiano Giuseppe Conte disse que as novas medidas começam na terça-feira e continuam até o dia 3 de abril. Ele disse que os indivíduos só devem sair se tiverem trabalho ou questões relacionadas à saúde para lidar ou se tiverem outras necessidades urgentes. As pessoas também são proibidas de se reunir ao ar livre. As escolas estão fechadas e os restaurantes fecham às 18h. Na Itália, 463 pessoas morreram com o novo coronavírus e quase 9.200 foram infectadas. A terceira maior economia da zona do euro, com uma população de 60 milhões, agora possui o segundo maior número de casos fora da China continental. No domingo e na segunda-feira, presos nas prisões do país se rebelaram após os direitos de visita serem restringidos devido ao vírus. O Ministério da Justiça disse que sete presos morreram. França, Alemanha e Espanha já confirmaram cada um mais de 1.000 casos. Na China, o governo começou a suspender a isenção de visto para viajantes japoneses que estão na China por não mais de 15 dias para fins turísticos. Os vistos continuarão sendo dispensados ​​para quem estiver visitando o país para negócios de curto prazo ou para conhecer a família, mas precisará apresentar documentos emitidos por seus destinatários na China. A China já está pedindo aos viajantes do Japão que chegam a Pequim, Xangai e outras cidades importantes que se submetam a uma quarentena de 14 dias. Os casos recentemente confirmados na China desaceleraram nas últimas semanas. Atualmente, o número total de infecções é de cerca de 81.000. Fora da China e do Japão, existem mais de 30.000 infecções confirmadas e mais de 830 mortes foram relatadas em todo o mundo Fonte: NHK World


72 visualizações

Empresas Parceiras

© 2018 - Emprego Japão  - © Todos os Direitos Reservados a  有限会社ニュービジネス